Home Como cuidar Miltonia

Flores da semana

 

Orientação geral no cultivo de Miltonia e Miltoniopsis

Miltoniopsis de  clima frio são originários dos Andes na Colômbia, Panamá e Equador. As de clima quente, são as Miltonias originárias de Minas Gerais no Brasil e são próximas dos Oncidiuns.

 

Luz: Deve ser relativamente sombreada. Luz direta queimam as finas folhas em curto período de tempo. Entretanto os do clima quente ( 2.000 velas) preferem mais luz que os do clima frio (1.200 velas).

 

Temperatura: é crítico para os do clima frio. A menos que a temperatura seja mantida abaixo de 27ºC  elas não florescem. A temperatura mínima é de 10ºC a 13ºC.  As de clima quente requerem temperatura mínima de até 16ºC e acima de 32ºC  com a umidade de 70% a 75%.

 

Umidade: deve ser de pelo menos 70% porque elas requerem água em abundância. Menos umidade as plantas ficam estressadas e podem adoecer.

 

Rega: Deve ser abundante e o substrato deve drenar perfeitamente. No seu habitat nativo as plantas drenam diariamente e por causa disto, elas são intolerantes ao acumulo de sais. Quando não recebem água ou umidade suficiente as folhas tendem a desenvolver-se plissadas como acordeom.

 

Adubação: Adubar a cada 2 semanas com a metade da concentração indicada pelo fabricante. Pode reduzir a frequência 4 semanas durante o inverno. A formulação 10-30-20 é benéfica para o início da primavera para estimular a floração.

 

Replantio: deve ser feita após o final da floração e quando novos brotos começarem a surgir. Miltoniopsis devem ser replantada todos os anos elas não toleram substratos velhos. As Miltonias tendem a ser mais tolerantes, entretanto é melhor replantá-las.

O substrato ideal é o indicado para plantas de raízes finas.

 

 
 

Orquidário virtual

Natural Híbridos Micro espécies Terrestres Serviços

Todos os Produtos


Pesquisa Avançada





Perdeu a senha?
Esqueceu o seu nome de usuário?
Ainda não tem conta? Registro

Mostrar Cesto
O seu Cesto encontra-se vazio no momento.